top of page
Buscar
  • Foto do escritorDr. Lucas D'Amico

Sensação de instabilidade no joelho é o principal sintoma de lesão comum entre jogadores de futebol


A sensação de falseio e instabilidade no joelho são os principais sintomas de uma lesão no ligamento cruzado anterior (LCA), um dos mais importantes problemas desta articulação. Estudos apontam que a incidência desse tipo de machucado é comum entre jogadores de futebol, principalmente do sexo feminino. A incidência chega a 0,507 lesões a cada 1000 horas de jogo entre os homens e de 0,871/1000h entre as mulheres.

 

Outro estudo comparou as lesões ocorridas em praticantes de futebol com corredores, jogadores de voleibol e frequentadores de academia e os índices de lesões no LCA continuou em alta entre os esportistas de futebol.

 

O ligamento cruzado anterior fica na parte interna do joelho e liga o fêmur e a tíbia. O ortopedista especialista em cirurgia do joelho, Dr. Lucas D’amico explica porque essa lesão é tão comum no futebol. “O rompimento pode acontecer em movimentos que exigem mudança rápida de direção, ao parar de forma abrupta ou reduzir a velocidade durante uma corrida e em casos de impacto, que são muito comuns nesses jogos”.

 

Tratamento

 

O tipo de tratamento indicado vai depender sempre do grau da lesão, em casos leves pode ser indicado o uso de medicamentos associado à fisioterapia e/ou aplicação de medicamentos diretamente no joelho. Quadros graves ou que não correspondem ao tratamento clínico, exigem a realização de cirurgia.

 

D’amico ressalta que em situações graves o ligamento pode ficar completamente rompido. “A cirurgia é a única abordagem possível para estes pacientes e é importante que seja realizada de forma breve, com o objetivo de evitar a progressão da lesão que também pode afetar a cartilagem e outra estrutura do nosso joelho, chamada de menisco, o que torna ainda mais difícil o controle da dor e da instabilidade”, alerta o médico.

 

Artroscopia

Estudos recentes mostram que uma técnica cirúrgica específica aumenta os índices de sucesso do procedimento, que pode ser feito de forma minimamente invasiva (com pequenos cortes) através da artroscopia. “Quando fazemos a reconstrução com o ligamento anterolateral junto o índice de falha - que é de 16% em 10 anos para o cruzado anterior isolado - cai para 4%, no mesmo período. Também reduz o risco de lesão de cartilagem, artrose e cirurgia no menisco, proporcionando ao paciente um joelho mais estável e funcional”, explica o cirurgião.

 

O repouso é essencial para o sucesso do procedimento e as atividades sempre são retomadas de forma gradual, com avaliação e acompanhamento do médico especialista. Atualmente a média de tempo de afastamento dos esportes  solicitada pelos médicos é de aproximadamente oito a nove meses, mas essa recomendação pode variar de acordo com as características individuais de cada paciente.

 

Para saber mais, acesse nosso site.

1 visualização0 comentário

コメント


bottom of page